terça-feira, 31 de março de 2015

Passeio Pedestre “Caminhos de Fé” na Semana Santa de Sardoal

No âmbito do programa complementar da Semana Santa 2015, a Câmara Municipal de Sardoal promove, no sábado, dia 4 de abril, um Passeio Pedestre sob o lema “Caminhos de Fé”.
Este passeio irá levar os participantes a uma visita às Capelas e Igrejas enfeitadas nas Paróquias de Alcaravela e Santiago de Montalegre. Com um percurso a pé de aproximadamente 10 km, o passeio tem início marcado para as 8h30m, na Praça da República, seguindo depois para as localidades de Casos Novos, Presa, Vale de Onegas, Panascos, Santiago de Montalegre e Mivaqueiro.
O reforço será oferecido pela Associação de Amigos de Santiago de Montalegre. Uma parte do percurso será feita de autocarro pelo que as inscrições são limitadas a 50 lugares.
A participação neste passeio de dificuldade média é gratuita, mas sujeita a inscrição, que pode ser feitas no Posto de Turismo de Sardoal, através do tlf. 241 851 498 ou pelo email: turismo@cm-sardoal.pt.

sábado, 28 de março de 2015

Exposições na Semana Santa de Sardoal

Para além das manifestações religiosas e de um conjunto de atividades culturais, três exposições irão estar patentes ao público durante a Semana Santa de Sardoal.
Desta forma, uma exposição alusiva aos tapetes de flores, que nesta quadra cobrem o chão dos templos do Sardoal, com trabalhos elaborados pelos alunos do Agrupamento de Escolas de Sardoal, será inaugurada no espaço “Cá da Terra”, no próximo sábado, dia 28 de março, pelas 17h30m.
O átrio da Casa Grande acolherá, entre 2 e 5 de abril, uma instalação denominada “PISCIS”, da autoria dos alunos do Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) em Produção Artística para a Conservação e Restauro. Esta instalação é, também ela, uma homenagem à tradição secular e com caraterísticas únicas da decoração do chão das Capelas e Igrejas do Concelho. 

Na galeria do Centro Cultural Gil Vicente mantém-se até 26 de abril a mostra de obras da autoria do reconhecido artista Nadir Afonso. Esta exposição integra 24 trabalhos (15 telas e 9 guaches) de grande valor e interesse artístico. 

VENDAS NOVAS: Estafeta da Liberdade - 25 de Abril

A Câmara Municipal de Vendas Novas e a Junta de Freguesia de Landeira vão levar a efeito no dia 25 de abril de 2015, a “1ª Estafeta da Liberdade – Landeira/Vendas Novas”.

2. A prova é de âmbito popular e destina-se a equipas mistas de 5 elementos (pelo menos um dos elementos tem de ser de sexo diferente dos restantes) compostas por elementos do Concelho ou exteriores a este.
3. Podem participar todos (as) aqueles (as) maiores de 16 anos de idade, cabendo a cada um a responsabilidade da sua aptidão física. No entanto, a organização providenciará um seguro temporário de acidentes pessoais para todos os participantes, bem como solicitará o acompanhamento da atividade por parte dos Bombeiros Voluntários de Vendas Novas.
4. As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas no posto de atendimento das Piscinas Municipais de Vendas Novas ou no posto de atendimento da Junta de Freguesia de Landeira, até ao dia 23 de abril (quinta-feira). Os menores de idade têm de apresentar no ato da inscrição um termo de responsabilidade (assinado pelo encarregado de educação) a autorizar a sua inscrição. Informações através do telefone 265 809 601 ou através do e-mail: desporto@cm-vendasnovas.pt
5. O percurso tem a extensão de 23,5 km e será realizado totalmente em vias públicas (estradas municipais). Aconselha-se a colaboração e a máxima prudência por parte dos participantes. Distâncias aproximadas de cada percurso:
a. 1º Percurso – 4 750 metros
b. 2º Percurso – 4 750 metros
c. 3º Percurso – 4 000 metros
d. 4º Percurso – 5 000 metros
e. 5º Percurso – 5 000 metros
6. Todo o percurso será controlado pela organização, sendo punida com desclassificação qualquer tentativa de fraude (não cumprimento do percurso, prejudicar a prova de outros participantes, receber apoio indevido, perca de testemunho, etc).
7. A transmissão do testemunho tem de ser feita na zona de transição entre percursos. Nestes locais existirá abastecimento líquido.
8. A prova terá partida pelas 10h00m junto à sede da Junta de Freguesia de Landeira e termina em Vendas Novas, na Av. 25 de Abril em frente às Piscinas Municipais.
9. A Câmara Municipal de Vendas Novas assegura o transporte dos participantes para o local de concentração (junto à sede da Junta de Freguesia de Landeira) e respetivos percursos. A partida de Vendas Novas será nas Piscinas Municipais às 8h45m.
10. Os participantes recebem um diploma alusivo à iniciativa.
11. Os casos omissos são resolvidos pela organização.
​Inscrição gratuita
De 24 de março a 23 de abril
Serviço de Desporto e Junta de Freguesia de Landeira
preencha ficha em anexo
Equipas mistas de 5 elementos (pelo menos um dos elementos tem de ser de sexo diferente dos restantes)
Percurso de 23,5 km - 5 etapas de 5km, no máximo
Transporte gratuito de Vendas Novas para a Landeira -8h45, junto às Piscinas Municipais
Telefone: 265 809 601/0 - Email: desporto@cm-vendasnovas.pt

MONTALVÃO: Dia de Paintball junto ao campo de futebol

A Comissão de Festas Montalvão 2015 anunciou um dia de Paintball para a próxima seta-feira dia 3 de Abril a partir das 9:30 horas no campo de futebol, na entrada d localidade para quem vem do sentido Castelo de Vide/ Póvoa e Meadas.

Acrescenta o anúncio que “haverá comida e bebida no local” e convida a que todos “apareçam, tragam amigos e roupa a condizer”. 

VILA VELHA DE RÓDÃO: PR7 Rota das Fontes inaugurada no dia Mundial da Água


A opção pelo dia 22 de março, para a inauguração do PR7 - Rota das Fontes, em Cebolais de Baixo, foi intencional pois a Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Cebolais de Baixo, entidade promotora, em colaboração com a Associação de Estudos do Alto Tejo, quiseram associar a iniciativa às comemorações do Dia Mundial da Água, efeméride cuja pertinência se deve ao reconhecimento da importância da água, enquanto recurso não renovável, e ao papel que a cada um de nós compete na preservação da mais importante fonte de vida existente no Planeta.
A Rota das Fontes, cujo percurso faz um périplo pelas fontes e poços existentes nas imediações de Cebolais de Baixo, revela a inteligência das nossas comunidades rurais que criavam pontos de acesso à água onde esta existia em quantidade e qualidade, protegendo estas fontes e poços com estruturas que asseguravam a limpeza dos mananciais e a qualidade do precioso líquido.
Estiveram presentes nesta caminhada quase uma centena de participantes, com proveniências diversificadas mas que tiveram a possibilidade de conviver, praticando atividade física saudável e conhecer belos exemplos da arquitetura popular da região, pautada pelo xisto, o principal material construtivo, evidenciada nas casas, nos muros de pedra seca, nas fontes e nas eiras que a Rota das Fontes percorre e junto aos quais, alguns dos naturais deram o seu testemunho relativamente ao modo de vida das populações e às histórias que cada um guarda em si fruto das experiências de vida
Este percurso é testemunho de uma comunidade rural que desde a origem fez da agricultura o principal modo de obtenção dos meios de subsistência. Mais tarde, a oferta de emprego nas fábricas de lanifícios que laboravam nas vizinhas localidades de Cebolais de Cima e Retaxo, são responsáveis pela alteração de modos de vida, contudo a terra e a agricultura continua a constituir um recurso complementar aos rendimentos familiares.
Foi neste ambiente de extraordinário convívio partilhado pelos quase 100 participantes, muito bem recebidos pela entidade organizadora que preparou um pequeno-almoço cheio de “mimos” que decorreu a caminhada que se prolongou por quase três horas e que culminou com um almoço que prolongou o convívio por mais umas horas.
O percurso PR7 constitui parte integrante da Rede de Percursos de Ródão, cuja criação é da responsabilidade do município de Vila Velha de Ródão que deu o seu apoio a esta atividade.

Teatro e Música na Semana Santa de Sardoal

A Câmara Municipal de Sardoal promove e apoia um conjunto de eventos de cariz cultural com o intuito de complementar o programa religioso da Semana Santa neste Concelho.
Desta forma, o Centro Cultural Gil Vicente recebe no Domingo de Páscoa, dia 5 de abril, pelas 16 horas, um Concerto de Piano intitulado “Fantasia Romântica” pelos pianistas Isabel Dombriz e Pedro Mariné. As entradas para este espetáculo são gratuitas.
O GETAS subirá ao palco do centro Cultural Gil Vicente na Sexta-feira Santa, dia 3, para apresentar a sua mais recente produção teatral “A Mosqueta”, que estreou em 27 de março.
Pelo mesmo grupo de teatro será apresentada, pelo quinto ano consecutivo, a peça de Teatro de Rua - “A Paixão de Cristo”, recriando ao vivo o percurso de Jesus Cristo a caminho do Calvário. Trata-se de uma grande produção, que envolve várias dezenas de figurantes, e que vai ser levada a efeito no Sábado Santo, dia 4. A recriação, com início às 15h30m, terá um cortejo pela Av. Luís de Camões e Rua 5 de Outubro, terminando com a cena da crucificação.
No programa complementar da Semana Santa e Páscoa em Sardoal incluem-se ainda as exposições “Projeto Capela” no espaço Cá da Terra e “PISCIS” no átrio da Casa Grande. “Caminhos de Fé” é o mote do passeio pedestre que decorrerá no Sábado  Santo que incluirá visitas às Capelas e Igrejas enfeitadas nas freguesias de Alcaravela e Santiago de Montalegre. 

sexta-feira, 27 de março de 2015

Alpalhão surpreende com 45 dadores de sangue







Pela positiva fomos contagiados pela alegria extravasada pelo Presidente da Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Portalegre – ADBSP. E não é caso para menos! Pois a brigada, levada a efeito no primeiro sábado primaveril, foi em Alpalhão. Esta é a terra natal de António Eustáquio e a dinâmica conseguida foi relevante em termos dos voluntários presentes. E foram ainda seis os novos dadores que compareceram. A iniciativa decorreu da melhor forma possível e, quando assim é: “ficamos satisfeitos e o esforço desenvolvido pela ADBSP é compensado”, refere o Presidente que deixa, ainda, palavras de esperança neste tempo Pascal.
À sede do Grupo Ciclo Alpalhoense compareceram 45 pessoas, 16 dos quais do sexo feminino. Aplicados os exames de saúde só duas pessoas não puderam repartir o seu sangue.
Na grande família dos dadores entraram uma mulher e cinco homens, a maioria jovens. Quanto ao Registo Nacional de Dadores Voluntários de Células de Medula Óssea foram mais dois os que passaram a inclui-la.
O Almoço convívio foi apoiado pela Junta de Freguesia de Alpalhão e servido na Feira dos Enchidos desta terra do Concelho de Nisa.
Arronches
As iniciativas da ADBSP decorrem aos sábados, da parte da manhã. A 11 de Abril estaremos na sede do Rancho Folclórico de Arronches. E a 18 de Abril marcamos encontro nas instalações do Grupo Desportivo Cultural e Social de Vale Cavalos (Freguesia de Alegrete). Em tempo primaveril: não tem desculpas se não nos visitar num destes sábados!
Uma Boa Páscoa para todos! São estes os votos da nossa Associação.
JR

ALTER DO CHÃO: Exposição sobre Joaquim Bastinhas


Domingo, a melhor exposição de Bastinhas
Domingo, com o sol a brilhar, como sempre foi a carreira de Joaquim Bastinhas, a sua exposição será inaugurada pelas 15h no Castelo de Alter.
Pela excelência do espaço e das gentes locais, esta será a melhor de todas.
Haverá surpresas...

Não falte, domingo 29 pelas 15h em Alter.

FLOR DA ROSA (Crato): Exposição Via Sacra


quinta-feira, 26 de março de 2015

Lançamento do livro "Alpalhão, Património Histórico e Artístico"

A Junta de Freguesia de Alpalhão e a Liga dos Amigos de Alpalhão convidam todos os amigos de Alpalhão a estarem presente no dia 4 de Abril de 2015 pelas 16.00H no Centro Cultural Professor José Maria Moura, para o lançamento do Livro " Alpalhão Património Histórico e Artístico". A sessão pública contará com a presença do Professor Vítor Serrão.

GÁFETE (Crato): 7º Passeio Pedestre


CRATO: Exposição "Alentejar"

Da natureza vens. À natureza vais.
De Júlia Gil Martins Tavares Lourenço e José Manuel Gil Martins Carrilho Lourenço
24 de março a 30 de abril 2015
Galeria de Exposições Temporárias da Biblioteca Municipal do Crato
Mostra de peças de artesanato em madeira tratada, cuidadas com detalhe, preservando todas as formas criadas pela própria Natureza. Alentejando por estes campos fora, as peças são escolhidas e transformadas em artesanato.
A sua criação é toda ela feita de forma natural e manual. A arte faz parte da sensibilidade individual, sendo por isso, cada peça, diferente na sua textura, forma, cor, etc. O eucalipto, o sobreiro e a oliveira são as madeiras escolhidas.
Desde as raízes a outras partes da árvore, mas nunca prejudicando o seu crescimento. Este é o conceito do projecto ALENTEJAR.

quarta-feira, 25 de março de 2015

MARVÃO: X Quinzena Gastronómica do Cabrito e do Borrego

De 28 de Março a 12 de Abril, o Município de Marvão promove a 10ª edição da Quinzena Gastronómica do Cabrito e do Borrego.
Em plena época pascal, nos treze restaurantes aderentes do concelho, é possível degustar os melhores pratos de Cabrito e Borrego, confeccionados com base em receitas tradicionais.
Em Marvão, o Cabrito e o Borrego assumem um papel primordial na cozinha típica da época pascal. Com base nas mais antigas tradições quaresmais, os restaurantes aderentes vão preservar o imaginário e o acervo gastronómico do concelho, criando e recriando pratos que recordarão o passado. As sugestões vão desde as mais tradicionais às mais imaginativas.
Costeletas de borrego com molho de hortelã, cabrito de cachafrito, chanfana de cabrito, perna de borrego leital com castanhas e cebolinhas, ensopado de borrego na caçarola, borrego assado no forno, ou as tradicionais sopas de sarapatel, são alguns dos pratos que poderá apreciar, em Marvão, nesta quadra festiva.
Sendo a gastronomia um dos grandes veículos de promoção do concelho, o Município de Marvão promove a décima edição desta Quinzena Gastronómica, de forma a dinamizar, ainda mais, a restauração e hotelaria marvanense.
"O Cabrito e o Borrego", uma tradição que se mantém à mesa.

REDONDO: 1º Concurso de Flauta de Bisel

1.º Concurso de Flauta de Bisel de Redondo
Inicio do Evento: 20 fevereiro
Fim do Evento:05 junho
Localização: Auditório do CCR
​Este concurso tem como principal objetivo dar visibilidade ao trabalho realizado no dia-a-dia das Escolas, nomeadamente nas AEC’s do 1.º Ciclo e na disciplina de Educação Musical no 2.ºCiclo, proporcionando a oportunidade e o reconhecimento aos alunos que, ao longo do ano letivo manifestaram competências essenciais, ao nível de interpretação instrumental, de participarem num concurso que lhe exige responsabilidade, dedicação e gosto pela música e ainda criar hábitos de performance, utilizando para as respetivas interpretações o instrumento (Flauta de Bisel) utilizado em contexto de sala de aula.
Na contextualização supra referida o Município de Redondo através do seu projeto ”Musica Viva” em colaboração com a DGEST/DSRALENTEJO Direção de Serviços da Região Alentejo e das Escolas que lhe são afetas que queiram participar pretende realizar no presente ano letivo 2014/2015 o 1.º Concurso de Flauta de Bisel.

1ª Meia Maratona Marvão-Valência de Alcântara em Maio

Acaba de ser anunciada a realização da 1ª Meia Maratona Marvão-Valência de Alcântara no próximo dia 10 de Maio (Domingo) pelas 11 horas, cujo cartaz também foi divulgado.
A prova começará em Marvão pelas 10 horas (11 horas (espanholas) do Largo de Olivença e o primeiro quilómetro será neutralizado sendo a saída oficial dada no cruzamento da estrada N-359. Será concedido um prazo máximo de duas horas e meia para a conclusão da prova, na chegada à Praça (La Playa) de Valência de Alcântara.
O circuito, será encerrado ao trânsito percorrerá o ambiente emblemático da antiga rota do contrabando de café entre Portugal e Espanha para terminar no centro histórico da cidade de Valência de Alcântara. O percurso passa por Santo António das Areias e Galegos, em Portugal, e de La Fontañera e Miera. Ao longo do percurso podem ver-se mais de 6 fontes e muitas zonas arborizadas, entre dois países e dois parques naturais, o da Serra de São Mamede em Portugal e o do Tejo Internacional em Espanha.
Os pisos vão variando em função do itinerário a seguir, alternando-se entre o asfalto(96%), empedrado no centro histórico (2%) e caminhos de terra (2%).

OPINIÃO: Desemprego é crime?

 Instituto de Emprego apenas sabe perseguir pessoas
Para receberem o subsídio a que têm todo o direito, os 740 mil desempregados registados em Portugal passam autênticas provações.
Estas são infligidas pelo IE, cuja missão seria apoiá-los, canalizando-os para uma nova função compatível com as suas competências profissionais. Mas o IEFP entretém-se a humilhá-los e a tratá-los como se fossem malandros que não querem trabalhar.
Desde logo, os beneficiários do subsídio têm de atestar a permanência na sua morada oficial, como se fossem arguidos obrigados a termo de identidade e residência.
Esta condição é atestada pelas juntas de freguesia, a que os desempregados acorrem num calvário burocrático, cansativo e inútil.
Além do mais, os desempregados estão ainda obrigados à “procura activa de emprego”, devendo demonstrar que envidam esforços para conseguir emprego, missão que deveria ser responsabilidade do IEFP. Como não há criação de postos de trabalho, os cidadãos vítimas de desemprego limitam-se a ir às empresas implorar que estas atestem a sua candidatura a um lugar para o qual não têm apetência ou que nem sequer existe. Obtido o documento, segue o papel para o IEFP. Assim, finge-se a procura de emprego, as empresas fingem entrevistá-los e o IEFP finge que fiscaliza.

Com este tipo de práticas, o IEFP falha completamente a sua missão. Não sabe lidar com o problema do desemprego, apenas sabe perseguir pessoas. O IEFP, bem como este sistema de gestão do desemprego, faliu. Urge encontrar um novo modelo. Que poderá eventualmente passar pelos sindicatos, à semelhança doutros países. Poderiam ser estes a pagar o subsídio de desemprego, desde que recebessem as comparticipações respectivas dos trabalhadores. Estes passariam a ser maioritariamente associados, renovando-se o movimento sindical, hoje reduzido a menos de quinze por cento da força laboral.
Neste novo sistema, os sindicatos deixariam de defender apenas os direitos dos empregados e passariam também a pugnar pelo direito ao emprego de todos os activos. Finalmente, em cada sector, elevadas taxas de empregabilidade garantiriam maior força aos sindicatos, a sua sustentabilidade económica e a sua independência.
Paulo Morais – Vice-presidente da Associação Cívica Transparência e Integridade

MONTALVÃO (Nisa): 2º Concerto comemorativo dos 330 anos do nascimento de Bach


terça-feira, 24 de março de 2015

CUBA: Vila Ruiva Medieval - Feira Quinhentista

A "Chegada da Carta Foral às terras de Vila Ruiva", "A visitação de um filho da Terra: Cristóvão Colon" e "Os Contributos de Além-Mar: A Festa das Especiarias" são algumas das recriações que a Feira Medieval de Vila Ruiva propõe para o final do mês de Março – dias 28 e 29. Já na passada sexta-feira, a organização apresentou uma pequena amostra das propostas para a Feira Medieval, num Banquete Manuelino, destinado à comunicação social e aos parceiros da iniciativa, que certamente irão contribuir para a divulgação e sucesso da Vila Ruiva Medieval. Em nota de agradecimento, a Junta de Freguesia deixa um obrigado à Escola Profissional de Alvito, e em particular aos formadores e formandos, bem como ao chefe Pedro Rolim, que confecionaram e tornaram possível o Banquete.
Sobre a iniciativa:
Com organização da Junta de Freguesia de Vila Ruiva e Albergaria dos Fusos, e com apoio da Câmara Municipal de Cuba, a Feira Medieval de Vila Ruiva – “Vila Ruiva Medieval”, pretende ser um espaço de animação e convívio cujo objetivo é dar a conhecer ao público, residente e visitante, a vivência quotidiana na Idade Média.
 Receber mercadores, artesãos, regatões e artífices de outrora num espaço nobre da Vila, como é a zona onde em tempos esteve erigido o Castelo, a iniciativa é “um convite a uma viagem ao passado e à história da urbe Vilaruivense, num cenário onde se misturarão pregões, lutas e tormentos próprios da idade média”, explica a organização.
 Serão dois dias de recriação histórica, num programa ocupado por momentos como cortejos régios, demonstrações de armas, torneios de armas a cavalo e adubamento de cavaleiros, entre outros. A par disso, a Feira propõe ainda comeres saborosos e beberes sequiosos nas tabernas do mercado (veja o programa completo, em anexo).
A recriação histórica na iniciativa Vila Ruiva Medieval está a cargo da Viv’Arte.
Programa completo:
28 de Março | Sábado
10h00 | A abertura do mercado. Almocreves, mesteirais e bufarinheiros instalam as suas bancas.
12h00 | Auto de Abertura pelo Arauto de El Rei com arruada musical. Os pregoeiros anunciam as novas da capital do reino.
13h00 | Comeres e beberes com sabores de antanho. A tradição da boa cozinha alentejana.
15h00 | A visitação de El Rei D. Manuel I | Cortejo Régio pelas ruas do Burgo.
16h00 | Anúncio das inquirições e convocatória dos homens bons para a redação do Foral. Sua ajuramentação e os termos do novo Foral.
17h00 | O preito de vassalagem: Demonstração de armas e saudação a El Rei.
19h00 | Os contributos de além-mar: As Requintadas e picantes especiarias | Comeres saborosos e beberes sequiosos nas tabernas do mercado.
21h00 | Juízo de Deus | Baforda entre homens-bons que se socorrem dos varapaus para dirimir a contenda por via de desentendimentos na interpretação dos assentamentos do Foral Novo.
22h00 | Palestra pelo professor Abdallah K. sobre o contributo de judeus e mouros na expansão marítima portuguesa com se diluíram na sociedade cristã a partir do reinado de D. Manuel
23h00 | Amor Cortês | Espectáculo de malabares de fogo
24h00 | Encerramento do mercado e ronda dos beleguins
29 de Março | Domingo
10h00 |A abertura do mercado. Almocreves, mesteirais e bufarinheiros instalam as suas bancas.
12h00 | Auto de Abertura pelo Arauto de El Rei com arruada musical.
13h00 | As comidas alentejanas e os contributos das especiarias de além-mar.
15h00 | A visitação de um filho da Terra, Cristóvão Colombo que vem saudar El Rei D. Manuel I | Cortejo pelas ruas do burgo.
16h00 | Um grupo de judeus sefarditas recém-chegados de Espanha, apresentam-se ao enviado de El-Rei e rogam-lhe protecção. Dois mouriscos abraçam-se aos pés do enviado de D. Manuel e suplicam pelas suas vidas. O enviado d’el-Rei, benévolo, a todos sossega. Por enquanto, os Reis Católicos nada podem deste lado da raia.
17h00 | Torneio de armas a cavalo e Adubamento de cavaleiros
19h00 | Comeres e beberes nas tabernas do mercado
20h00 | Agasalho aos Peregrinos de Santiago de Compostela

21h00 | Encerramento do mercado

MONTEMOR-O-NOVO: Exposição 5 Minutos de poesia no feminino

Localização: Montemor-o-Novo

Mostra patente durante todo o mês na Biblioteca Municipal “Almeida Faria”. Trata-se de uma seleção de poemas de 10 autoras lusófonas do século XX: Adília Lopes; Ana Paula Tavares; Cecília Meireles; Florbela Espanca; Luísa Dacosta; Maria Teresa Horta; Natália Correia; Noémia de Sousa; Odete Semedo; Sophia de Mello Breyner Andersen.

Vendas Novas recebe jogo da seleção nacional de futebol sub 19

O Estádio Municipal de Vendas Novas recebe no próximo sábado, 28 de março, pelas 15h00, o jogo de futebol entres as seleções de Portugal e Montenegro, no escalão de sub-19.
O jogo tem entrada gratuita e tem em vista a preparação para a fase de qualificação para o Campeonato da Europa Grécia 2015.
Saiba quem são os jogadores convocados:
AS Monaco: Gil Dias;
CD Santa Clara: Paulo Henrique;
CF Os Belenenses: Dalcio Gomes;
FC Paços Ferreira: Jota;
FC Porto: Fernando, João Costa, Macedo e Rui Moreira;
Manchester UFC: Joel Pereira;
SC Braga: José Gomes;
SL Benfica: Gilson Costa, Hildeberto, João Lima, Pedro Rodrigues, Renato Sanches e Rúben Dias;
Sporting CP: Ivanildo Fernandes e Jorge Silva;
Vitória FC: André Horta;

Vitória SC: Alexandre Silva.

CUBA: Férias da Páscoa – manhãs desportivas, tardes lúdicas

Os Serviços de Desporto da CMC e Biblioteca Municipal estão, durante o período de férias escolares, a levar a caba uma série de iniciativas para os mais novos. A proposta vai para a ocupação das manhãs com a prática de diversas atividades desportivas e com atividades lúdicas para o período da tarde. Consulta o programa e inscreve-te na Câmara Municipal (desporto) e na Biblioteca (para as atividades da parte da tarde).

Câmara de Castelo de Vide quer retirar tendas e caravanas da Barragem de Póvoa e Meadas

"As caravanas, as tendas e outras estruturas instaladas ao “arrepio da lei” na área envolvente à albufeira de Póvoa e Meadas, em Castelo de Vide, vão ser retiradas por ordem do município.
A intenção é “ordenar e qualificar” um espaço com enormes potencialidades turísticas que se encontra subaproveitado em termos económicos.
Segundo o presidente da Câmara de Castelo de Vide, António Pita, muitos das estruturas que se encontram na área envolvente à albufeira foram lá colocadas ao “arrepio da lei”.
António Pita disse que o município está apenas a “cumprir a lei”, lembrando que não existe nenhum parque de campismo legalmente constituído no local.
O autarca espera que os proprietários de caravanas ou tendas, algumas abandonadas há cerca de quatro ou cinco anos, compreendam a intenção do município, para que o processo decorra pacificamente."

Gabriel Nunes/Carla Aguiã in Rádio Portalegre

POMARÃO (Mértola): XIII Festival do Peixe do Rio - 28 e 29 de Março

Local: Pomarão, Mértola
Sábado 09.00h - 00.00h
Domingo 11.00h - 18.00h
Preço: Entrada Livre
XIII Festival do Peixe do Rio
Na confluência da ribeira do Chança e do Guadiana, o Pomarão é um tesouro que vale a pena descobrir.
Antiga terra de pescadores era ali que o minério vindo das minas de S. Domingos era descarregado em navios que o levavam para outras bandas.
Desses tempos de mineração restam apenas vestígios que nos recordam a vida e a azáfama de quem tudo deu por aquela localidade.
Relativamente à pesca, sobrevivem ainda alguns pescadores cuja atividade vai sendo cada vez mais escassa. Valorizar os recursos ribeirinhos, as profissões a eles associadas mas sobretudo as gentes que aí vivem é o principal objetivo do Festival do Peixe do Rio. Saborear o peixe do rio, degustar outros produtos tradicionais, assistir a espetáculos, participar em atividades diversas são algumas das propostas para este ano.
Esperamos por si.

ALVITO: Semana da Juventude AlviJovem

Câmara realiza a SEMANA DA JUVENTUDE, de 24 a 29 de março.

Esperam-te muitas atividades, Concertos, Canoagem, Karaoke, Cinema, Teatro, Colour Walk, Zumba, Festa Dr Why e apresentação de um videoclip.

Mértola recebe o II Encontro da Rede de Museus do Distrito de Beja


No dia 26 de março decorre em Mértola o II Encontro da Rede de Museus do Distrito de Beja (RMDB) sob a temática “as atividades educativas nos museus locais: experiências e dinâmicas”. Na perspetiva de que os museus são espaços de sociabilidade que potenciam a troca de ideias e promovem, em simultâneo, a aprendizagem social e cultural, o contacto entre os indivíduos, os objetos e os espaços constitui um processo privilegiado de troca e desenvolvimento de experiências aos mais diversos níveis e dirigidas aos diversos tipos de públicos.
A educação e a formação são áreas que representam algumas das principais funções de qualquer unidade museológica, sendo cada museu responsável por otimizar e potenciar todas as possibilidades dadas pelo seu acervo e pelos seus recursos. Neste âmbito, as atividades educativas e a atuação junto das comunidades onde se inserem é uma das principais preocupações das unidades museológicas que integram a RMDB tendo, por isso, sido esta a temática selecionada para abordar neste II Encontro.
O II Encontro da RMDB, que inicia com a intervenção do Vice Presidente da Câmara Municipal de Mértola, João Serrão Martins e de Cláudio Torres, Diretor do Campo Arqueológico de Mértola e do Museu de Mértola, está dividido em duas partes: numa primeira parte, moderada pelo Professor João Brigola da Universidade de Évora, serão apresentadas experiências e dinâmicas exteriores à Rede como é o caso da intervenção de Isabel Gouveia acerca do Solar do Ribeirinho de Machico, de Alexandra Pires e Isabel Soares acerca do trabalho desenvolvido pela Rede de Museus do Algarve e dos especialistas Ana Duarte e Hélio Mateus em áreas como a gestão e programação educativa e cultural. Numa segunda parte, moderada por Filipa Medeiros do Campo Arqueológico de Mértola, serão apresentadas as ações e projetos dos museus que integram a RMDB, entre eles Serpa, Mértola, Aljustrel, Ourique, Moura, Ferreira do Alentejo, Cuba e Almodôvar.
As inscrições no Encontro são gratuitas e podem ser formalizadas até ao dia 25 de março através do email museus@cm-mertola.pt

ALVITO: Da minha janela à tua

Centro Cultural de Alvito, 27 de março, 21h
Apresentação da performance DA MINHA JANELA À TUA
A palavra de Adília Lopes dita e jogada em cena, em múltiplas associações e dissociações físicas e verbais.

 No dia 10 de Abril, pelas 21h, SEXTAS COM LIVROS na Biblioteca de Beja: "Da minha janela à tua", Performance com textos de Adília Lopes, pela OFICINA TEATRAL DE ALVITO, coordenação da arte pública.

segunda-feira, 23 de março de 2015

NISA: IV Via Sacra ao Vivo



Município de Sardoal atribui Prémios de Mérito

Com o intuito de promover e incentivar o sucesso escolar, o Município de Sardoal irá entregar, no final do ano letivo, seis Prémios de Mérito aos alunos do 10.º e 11.º ano de escolaridade matriculados no Agrupamento de Escolas de Sardoal.
Estes Prémios de Mérito são uma forma de reconhecimento dos resultados académicos e das aptidões evidenciados pelos alunos, materializando-se na oferta das inscrições para a participação na “Universidade de Verão”, da Universidade de Coimbra.
Com esta iniciativa, o Município Sardoalense pretende, também, proporcionar aos alunos o alargamento das suas vivências pessoais, assim como auxiliar o processo de decisão em matéria de futuro académico.
A “Universidade de Verão”, da Universidade de Coimbra, é uma iniciativa dirigida sobretudo, aos alunos do ensino secundário, que tem como principal objetivo proporcionar aos futuros alunos experiências de caráter pedagógico e científico em diversas áreas do saber. Além disso, inclui também atividades culturais e desportivas como forma de reforçar a ligação com a cidade de Coimbra. 
Os interessados deverão apresentar a candidatura até 1 de abril próximo no Serviço de Ação Social da Câmara Municipal de Sardoal, sendo que os candidatos serão ordenados em função das notas auferidas no ano letivo imediatamente anterior ao da candidatura.
Mais informações em www.cm-sardoal.pt.

33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta de 25 a 29 de Março

Maior pelotão de sempre: 23 Equipas discutem “Alentejana”
Na planície, nas serras e no litoral
por entre searas, sobreiros, vinhas e olivais!
De 25 a 29 de março, a 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta Liberty Seguros vai regressar às estradas e ao coração dos alentejanos. São cinco etapas numa organização conjunta entre Podium e CIMAC - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central. Do norte alentejano à Cidade Europeia do Vinho 2015 somam-se mais de 800 quilómetros de corrida. Com 23 equipas pré inscritas, este será o maior pelotão que alguma vez já discutiu o triunfo na “Alentejana”. Entre os cerca de 180 homens que vão iniciar a competição nenhum consta na lista de vencedores, facto que vai prolongar o insólito e curioso caso desportivo que a Volta ao Alentejo representa no mundo das provas por etapas. Em 33 edições a prova vai conhecer, este ano, o trigésimo terceiro vencedor.
Joaquim Gomes, diretor técnico da prova, mostra-se satisfeito por, uma vez mais, levar a caravana a grande parte da região. “Conseguimos, fruto da forte identidade regional, criar uma mancha competitiva do alto ao baixo Alentejo. Toda a região está incluída no percurso.” Para o responsável pela organização, as planícies alentejanas não são impeditivo para “agitar” o pelotão. “O Alentejo tem características muito particulares. Nesta prova não conseguimos ter a Alta Montanha, característica de uma Volta a Portugal, mas não deixa de ser uma prova, em termos competitivos, muito mexida. Quando se pensa que a Volta ao Alentejo está destinada a sprinters há sempre surpresas, nomeadamente nas fugas.”
Norte Alentejano à partida…

Ao meio dia de quarta-feira, dia 25, acontece em Portalegre a partida inaugural da edição 2015 da “Alentejana”. Uma hora e meia antes vão começar a chegar à Avenida da Liberdade, as 23 equipas que este ano vão formar o pelotão da prova, o maior de sempre. No primeiro dia cerca de 180 homens, que vão pedalar 143,7 quilómetros até terminarem em Castelo de Vide. Esta primeira etapa, uma das mais curtas, poderá ser uma das mais duras com a travessia da Serra de São Mamede onde haverá dois Prémios de Montanha no último terço da tirada: a subida de 2ª categoria em pleno Parque Natural e uma contagem de 3ª categoria na Sra. da Penha. As Metas Volantes estarão instaladas no Crato (km 16,6), Alter do Chão (km 29,9) e Monforte (km 57,2). A chegada está prevista para as 15h45 no empedrado da Rua Bartolomeu Álvares da Santa, próximo da Câmara Municipal de Castelo de Vide. 
Conhecida a primeira Camisola Amarela Liberty Seguros, a pitoresca e medieval vila de Castelo de Vide será novamente cenário da Volta ao Alentejo mas, desta vez, na partida da segunda etapa. A caravana concentra-se a partir das 10h45 na Praça D. Pedro V. O tiro de partida vai ouvir-se pouco depois do meio-dia (12h05) e pela frente os corredores terão 152,5 quilómetros com Metas Volantes em Nisa (km 25,5), Ponte de Sôr (km 77,3) e Avis (km 106,1). O fim da etapa, por volta das 16 horas, vai acontecer no Terreiro da Misericórdia, em Mora, município da bacia hidrográfica do Tejo.
Para o terceiro dia, a começar em Portel, está reservado o maior trajeto da 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros. A partir das 10 horas a concentração da caravana vai, com certeza, movimentar o centro da vila até às 11h20 quando se iniciarem os 189,6 quilómetros da terceira etapa que novamente não terão dificuldades de montanha. A tirada irá terminar na vila raiana de Mértola e será animada com as Metas Volantes de Viana do Alentejo (km 26,8), Vidigueira (km 56,9) e Aljustrel (km 116,5). Cerca das 16 horas, a vila banhada pelo Guadiana, irá assistir à chegada das bicicletas na Avenida dos Bombeiros.
Com a entrada no fim de semana e depois de ter subido serras e cruzado a planície, a 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros vai chegar ao litoral alentejano. O dia de sábado, 28 de março, começa numa das mais antigas povoações de Portugal, Aljustrel onde, às 11 horas, se vai concentrar a caravana. A partida para os 143,7 quilómetros da quarta etapa será dada na Avenida 1º de Maio, às 12h15. Neste dia a “Alentejana” vai ter Metas Volantes na passagem pelo Cercal (km 55,5), Santiago do Cacém (km 84,2) e Grândola (km 111,5). Será na Serra de Grândola que se vai discutir o terceiro e último Prémio de Montanha desta Volta quando ao quilómetro 120,7 os corredores treparem uma subida de 3ª categoria. Faltarão, nesse momento, pouco mais de duas dezenas de quilómetros para a chegada a Vila Nova de Santo André prevista para pouco antes das 16 horas. A meta final nesta cidade do município de Santiago do Cacém será instalada na Avenida de Sines.
Equipas participantes

…Reguengos de Monsaraz à chegada
O derradeiro dia de competição, domingo, 29 de março, começa, tal como em 2014, muito perto do rio Sado, em Alcácer do Sal. Às 10 horas a caravana começa por concentrar-se junto ao tribunal ainda que os corredores comecem a pedalar apenas às 11h20. As Metas Volantes de Montemor-o-Novo (km 44,4), Arraiolos (km 66,4) e Vila Viçosa (127,4) são pontos de interesse num traçado com 175,1 quilómetros que vão terminar em Reguengos de Monsaraz, Cidade Europeia do Vinho 2015. A meta, instalada na Praça da Liberdade, será abordada cerca das 15h50, e então nesse momento, após os 804,6 quilómetros totais de competição, será conhecida a identidade do melhor corredor da 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros.
Últimos Vencedores
2014 - Carlos Barbero (Euskadi)
2013 - Jasper Stuyven (Bontrager Cycling Team)
2012 - Alexey Kunshin (Lokosphinx)
2011 - Evaldas Siskevicius (Pomme Marseille)
2010 - David Blanco (Palmeiras Resort-Prio-Tavira)
2009 - Maxime Bouet (Agritubel)
2008 - Hector Guerra (Liberty Seguros)
2007 - Manuel Vázquez (Andalucia Cajasur)
2006 – Sérgio Ribeiro (Barbot-Halcon)
2005 – Xavier Tondo (Catalunya-Angel Mir)
Resumo Etapas
1ª Etapa - 25.03.2015 - Partida Simbólica: 12h00 - Portalegre / Castelo de Vide – 143,7km
2ª Etapa - 26.03.2015 - Partida Simbólica: 12h05 – Castelo de Vide / Mora – 152,5km
3ª Etapa - 27.03.2015 - Partida Simbólica: 11h20 - Portel / Mértola – 189,6km
4ª Etapa - 28.03.2015 - Partida Simbólica: 12h15 - Aljustrel / Vila Nova de Santo André – 143,7km
5ª Etapa - 29.03.2015 - Partida Simbólica: 11h20 - Alcácer do Sal / Reguengos de Monsaraz – 175,1km

A 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros é uma organização conjunta da CIMAC - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central e Podium com o apoio de Liberty Seguros, Crédito Agrícola, Delta Cafés, RTP, KIA, VITALIS, KTM Bikes, Fundação INATEL, AVIS, Reguengos de Monsaraz Cidade Europeia do Vinho 2015, Jornal A Bola, Antena1, Cision, PACTO, Shimano, Dietsport, ADWAY, Instituto Geográfico de Exército, Turismo do Alentejo e dos Municípios de Portalegre, Castelo de Vide, Mora, Portel, Mértola, Aljustrel, Junta de Freguesia de Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém, Alcácer do Sal e Reguengos de Monsaraz.

AMIEIRA DO TEJO (Nisa): Exposição de fotografia de João Quinteiro


domingo, 22 de março de 2015

VIMIEIRO (Arraiolos): Actividades nas Férias da Páscoa


CASTELO DE VIDE: Quinzena do Sarapatel, molhinhos e cachafrito

Data: De 21 de Março a 6 de Abril
Organização: Câmara Municipal de Castelo de Vide
Apoio: Restaurantes Aderentes do Concelho
Durante a quadra pascal, Castelo de Vide oferece toda a excelência da sua cozinha tradicional, enriquecida pela fusão de diferentes culturas e apurada nos ancestrais segredos da confecção do rico património gastronómico de influência judaico-cristã.
O sarapatel é único e obrigatório, mas completa-se com molhinhos de tomatada ou cachafrito de cabrito, ou ainda ensopado de borrego. A perna do animal da imolação assada no forno poderá ser também uma boa alternativa, para além de muitos outros pratos que a culinária local condimentada com imaginação, carinho e produtos de qualidade, elevada durante a quaresma.
À sobremesa as opções são igualmente variadas, desde as doçarias de tradição conventual às mais populares os roteiros vão muito para além das mesas dos restaurantes.
Convida-se a comunicação social a visitar a vila durante a quinzena do sarapatel, dos molhinhos e cachafrito e a saborear as iguarias nos restaurantes participantes.
Para mais informações: Gabinete Sociocultural - Email: sociocultural@cm-castelo-vide.pt - Telf.: 245 905154

VIDIGUEIRA: Feira do Vinho e do Cante em Abril

A Câmara Municipal de Vidigueira vai organizar a 3, 4 e 5 de abril, o evento “VIDIGUEIRA BRANCO – Feira do Vinho e do Cante” que pretende promover os vinhos da sub-região vitivinícola de Vidigueira, o cante alentejano e a gastronomia tradicional.
Contribuir para o fortalecimento da atratividade turística do concelho; promover a excelência produtiva do território no domínio da produção vitivinícola; divulgar os vinhos da sub-região vitivinícola, em especial os brancos e a casta Antão Vaz; dignificar o cante alentejano como fator de promoção da cultura alentejana e promover as tradições da gastronomia mediterrânica e das migas em particular, são os principais objetivos a alcançar na realização do “VIDIGUEIRA BRANCO”.
A excelência dos produtos do concelho e o potencial de afirmação e reconhecimento que os setores do vinho e do azeite já alcançaram pode ser estendido a outros domínios produtivos. É nesse sentido que este evento integra também uma Mostra de Pão e Doçaria Tradicional e um Festival Gastronómico de Migas.
Do programa irá fazer parte exposição e venda de produtos agroalimentares, ateliês de pão, showcooking, lançamento de livros editados pela autarquia, provas de vinho e espetáculos musicais e de animação (na sexta-feira, o programa é dedicado ao cante alentejano e, no domingo, ao folclore tradicional).
O programa do evento estará disponível brevemente.

sábado, 21 de março de 2015

CULTURA: Trienal no Alentejo com várias iniciativas culturais em Março



Em Março, o moçambicano Mário Macilau apresenta o seu projeto fotográfico, desenvolvido na residência que efetuou em 2014 em Almodôvar, no qual aborda as memórias associadas ao ofício que atravessou várias gerações na outrora denominada “Terra dos Sapateiros”. Chegando a ter 200 sapateiros no ativo, o município conta hoje com apenas um guardião desta arte – o Mestre Ameixinha, com quem Macilau contactou no desenvolvimento de uma obra que faz um registo emocional dos utensílios que eram usados. A exposição vai estar patente no Fórum Cultural deste município fronteira com o Algarve.
* Santiago Morilla – exposição/ instalação “No Veo Nada”, na Igreja de Santiago, em Monsaraz
Inauguração: 4 de março (patente até 31 de março)
* Orlando Franco e André Banha – dupla instalação “Observatório da Espera, da Luz e do Tempo”, na Lagoa de Santo André, em Santiago do Cacém + exposição no Auditório Municipal António Chainho
Inauguração: 19 de março (patente até 7 de abril)
* Mário Macilau – exposição fotográfica no Fórum Cultural do Convento de Nossa Senhora da Conceição, em Almodôvar
Inauguração: 27 de março (patente até 31 de maio)
Comissariado Geral TnA: D. André de Quiroga

Contacto de Imprensa | 915142185 | Email: info@trienal-alentejo.com |