quarta-feira, 23 de março de 2016

ODEMIRA: Peste & Sida, D.A.M.A, Amor Electro e António Zambujo na Festa da Liberdade

A grande festa de comemoração da Liberdade e da Democracia está de regresso a Odemira. Abril será um mês intenso, repleto de atividades gratuitas para toda a população. Os momentos fortes acontecerão entre os dias 22 e 25 de abril, com espetáculos das bandas PESTE & SIDA, D.A.M.A., AMOR ELECTRO e do artista ANTÓNIO ZAMBUJO.
Música, teatro, cinema, literatura, o habitual festival de folclore, cante alentejano, fogo-de-artifício, exposições e desporto são as propostas das comemorações “Abril em Odemira”, promovidas pelo Município de Odemira, em colaboração com entidades locais.
A primeira noite forte será a 22 de abril, dedicada à música eletrónica, com a presença dos DJs Red Deep, Iphod Jah Sound System e Christian F, no Largo Brito Pais.
Para a noite de 23 de abril está reservado o rock português, com a atuação das bandas locais Contra Mão e Suspeitos do Costume, culminado com a atuação dos PESTE & SIDA.
Na tarde do 24 de abril, pelas 16.00 horas, haverá um Encontro de Grupos Corais, no Cineteatro Camacho Costa. À noite subirá ao palco do Largo Brito Pais a banda D.A.M.A. À meia-noite as atenções irão para o simbólico Hastear da Bandeira, no edifício dos Paços do Concelho, acompanhado pela Banda Filarmónica de Odemira e pelos Grupos Corais de S.Luís e de Vila Nova de Milfontes, seguindo-se o habitual espetáculo de fogo-de-artifício, na Zona Ribeirinha.
A festa continuará noite fora com a atuação da banda AMOR ELECTRO.
No dia 25 de abril, pelas 11.00 horas, decorrerá a Sessão Solene da Assembleia Municipal de Odemira, no auditório da Biblioteca Municipal, seguindo-se a formatura conjunta das corporações dos bombeiros de Odemira e de Vila Nova de Milfontes.Na tarde de 25 de abril, as atenções irão para o Festival de Folclore, no Cerro do Peguinho. À noite, o palco será do artista ANTÓNIO ZAMBUJO.
Estes são os destaques de um programa mais extenso, que acontecerá ao longo do mês de abril, para todos os gostos e idades, evocando os valores e ideais da Revolução de Abril, no ano em que se assinalam igualmente os 40 anos de Poder Local Democrático.