terça-feira, 15 de novembro de 2016

Trabalhadores da Empresa Pinto & Bentes em Ponte de Sôr continuam com salários em atraso.

Os atrasos no pagamento pontual da retribuição aos trabalhadores da Pinto & Bentes são uma constante perante a indiferença da administração que se limita a dizer que não há nada a fazer. Não pagar atempadamente os salários de quem trabalha não é apenas uma ilegalidade. É também uma enorme falta de respeito por quem trabalha o mês todo para que a empresa tenha futuro.
Os salários devem ser uma prioridade da gerência da Pinto e Bentes. É fundamental que encontre soluções para que atempadamente honre os seus compromissos com os trabalhadores.
Continua a não ser assim. No plenário de trabalhadores ontem realizado em Ponte de Sor à porta das instalações da empresa, na presença do SIESI e da União constatou-se que os trabalhadores apenas receberam 100 euros por conta do salário de Outubro e ainda assim, pagos em meados de Novembro.
Os trabalhadores decidiram que irão avançar para formas de luta se nos próximos dias a empresa mantiver a situação de salários em atraso e receberam todo o apoio do seu sindicato e da União.
Portalegre, 2016 – 11 – 15

O Depº de Informação da USNA/cgtp-in