sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

VILA VELHA DE RÓDÃO: Autarquia requalifica Fonte da Telhada em Perais

A Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão lançou um concurso para a requalificação da Fonte da Telhada, em Perais, com um valor base de 90 mil euros.
O presidente da autarquia, Luís Pereira, explica que esta intervenção incide num espaço que apresenta condições para a criação de uma zona de permanência/estadia com muito interesse, uma vez que se localiza nas proximidades da saída sul da povoação, integrando-se no já existente “Caminho da Telhada”, um percurso pedonal já identificado e sinalizado como PR5 (Pequena Rota), com ligação ao rio Tejo, o qual é já muito utilizado por visitantes e população local e que constitui um motivo de dinamização do turismo local.
Apesar da proximidade ao aglomerado urbano, o espaço em causa integra-se perfeitamente no meio rural, beneficiando de um enquadramento paisagístico singular, com a presença de uma linha de água e de duas fontes, com água de duas nascentes diferenciadas. Ali foi instalado, há alguns anos, um conjunto de mesa e bancos, com vista a proporcionar uma fruição do local e a possibilidade de realização de refeições ao ar livre, considerando até a sua inserção no referido percurso pedonal.
Contudo, as condições existentes não se apresentavam como minimamente compatíveis com o potencial do espaço, pelo que o Município decidiu o desenvolvimento de um projeto que prevê a sua requalificação e valorização, considerando uma intervenção nas duas fontes, com o intuito de obter uma imagem esteticamente apelativa, a execução de muros e pavimentos em pedra, a instalação de mobiliário adequado, conservando-se a valência utilitária da prática de merendas, a criação de lugares de estacionamento e a plantação de vegetação de enquadramento e ensombramento.
O elemento água será preponderante na intervenção, dada a sua forte presença e o seu efeito de atração, sendo assumida a sua circulação permanente nas fontes e canais, proporcionando igualmente um ritmo/dinâmica e efeito sonoro que conferirá um carácter mais particular à intervenção.
A obra deverá ficar concluída no início do segundo trimestre de 2017.