quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

CUBA: Carnaval promete grande animação


“O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos.” - Albert Schweitzer
A palavra natureza pode oferecer diversas definições para o seu significado, como por exemplo algo que caracteriza qualquer ser vivo, que pode ter como sinónimo o termo essência. Mas fiquemos aqui com a definição que, tomada do termo em latim “natura” se refere ao mundo natural e aos seus fenómenos. Ao definir o termo natura encontramos o estado natural como base para essa definição.
Refere-se ao curso normal das coisas o que é inato ao espaço terrestre e universal.
Deste modo, dizemos que a natureza existe sem a intervenção do ser humano. Dela, fazem parte os seres vivos em geral: humanos, animais ou plantas; as formas físicas pertencentes a geografia como montanhas e rios e os fenómenos que expressam as mudanças de tempo, as estações do ano etc.
Todas estas coisas que o ser humano, embora destrua e danifique, não pode alterar ou impedir sua expressão. Ou seja, consideramos natureza tudo aquilo que não foi criado pelo ser humano.
A Terra, nosso planeta é a expressão viva da natureza. A ecologia, ciência que estuda os seres vivos e o seu espaço, luta sempre por divulgar a importância da proteção da natureza. A ecologia com seu trabalho, procura a preservação ou seja a conservação dos seres vivos e dos espaços físicos que compõem o ambiente do planeta.
Quer dizer, a natureza é tudo aquilo que cresce, que se desenvolve e acontece sem a intervenção humana o que implica uma oposição entre natural e artificial.
O ser humano produz coisas artificiais mesmo que estas coisas sejam feitas a partir de um elemento natural. Quando o ser humano faz coisas que provocam alteração na natureza, esta pondo em perigo sua própria existência. Por isso existem tantas campanhas que procuram consciencializar a população da importância de cuidar da natureza e de seus componentes.
A natureza permite referir-se aos fenómenos do mundo físico e à vida em geral é, por exemplo, a essência e as propriedades características de cada ser, o conjunto e a disposição de tudo o que compõe o universo, a virtude e qualidade das coisas e a força da actividade natural, em oposição àquilo que é milagroso ou sobrenatural.
Ela, diz respeito ao conjunto dos seres vivos (seres humanos, animais, plantas) e aos fenómenos que ocorrem de maneira natural, isto é, sem intervenção do homem ou de meios artificiais (como a chuva ou as nevadas).
Neste sentido, o planeta Terra é o lar da natureza. Quando a ecologia fala sobre a protecção da natureza, está-se a referir à conservação dos seres vivos e dos ecossistemas que formam o planeta.
Proteger a natureza significa proteger a nós mesmos.
Por isso, neste Carnaval de 2017 queremos alertar a sociedade sobre a importância da natureza para o bem-estar humano.
Porque a natureza não precisa das pessoas.
As pessoas é que precisam da natureza.
A natureza é magnífica, e as pessoas ao longo dos tempos tentam capturar a sua beleza, seja nas pinturas das cavernas ou com tinta a óleo até mesmo na fotografia, é possível reter uma imagem da sua beleza natural, e tentar mostrá-la aos outros.
A Árvore da Vida será também representada num dos nossos carros. É um símbolo sagrado da criação, fecundidade e imortalidade. Ela representa a ligação entre céu, terra e o submundo.
As suas folhas crescem em direção ao céu, enquanto o seu tronco relaciona-se com a terra. As raízes, por fim, encontram-se no submundo.
Este símbolo está presente na maior parte das culturas. A Árvore da Vida dos assírios é a mais conhecida entre todas as árvores sagradas e está associada à Ishtar, deusa da fertilidade e da destruição (a divindade mais importante da Mesopotâmia).
É da árvore desse povo da Mesopotâmia que surge a Árvore da Vida Cabalística, a árvore dos babilónios, dos egípcios e da civilização islâmica. É dela que evolui também a Árvore do Paraíso que consta na Bíblia, também conhecida como Árvore do Génesis.
No Carnaval de Cuba 2017 a natureza irá desfilar pelas ruas de Cuba mostrando todo o seu colorido e a sua beleza, será um belo “quadro” cuja beleza ficará na memória de todos os que participam e visitam o NOSSO CARNAVAL.
“Numa floresta, as árvores, justamente pelo facto de que uma tenta arrebatar da outra o ar e o sol, esforçam-se à porfia por se ultrapassarem umas às outras e, portanto, crescem belas e erectas. Porém, pelo contrário, as que lançam em liberdade os seus ramos segundo a sua vontade, afastadas de outras árvores, crescem mirradas, contorcidas e curvadas. Toda a cultura, toda a arte, que ornamentam a humanidade, assim como a ordem social mais bela, são frutos da falta de sociabilidade, que é forçada por si mesma a disciplinar-se e a desabrochar com isso por completo, impondo-se tal artifício, os germes da natureza.”
Emmanuel Kant, in 'Ideia de uma História Universal de um Ponto de Vista Cosmopolita'