quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Em Mora o mês de Fevereiro é dedicado à Migas

Durante o mês de fevereiro os restaurantes aderentes disponibilizam nos seus menus os mais variados tipos de deliciosas migas, tais como as de pão, batata, espargos ou coentros.
As migas (por vezes chamadas em Espanha migas de pastor) são um prato típico de algumas regiões da Península Ibérica, principalmente do centro e do sul, nomeadamente do Alentejo, em Portugal, e da Mancha, Múrcia, Andaluzia, Estremadura e Aragão, em Espanha. As migas mais comuns são confecionadas à base de pão, mas também existem migas de batata no Alentejo e de farinha (gatxamiga em catalão ou gachamiga em espanhol) no sudeste da Península Ibérica.
São frequentemente descritas como um prato de pastores, que aproveita sobras de pão duro. Supõe-se que possam ter origem no cuscuz do Norte de África.
Na sua versão mais simples, as migas são confeccionadas refogando pedaços de pão duro previamente humedecidos em água em azeite ou banha com alho até que fiquem dourados. No caso das migas de batata, em vez de pão são usadas batatas cozidas, que se vão desfazendo enquanto são refogadas.
No Alentejo, não é hábito misturar-se o que quer que seja com o pão ou batata no próprio recipiente em que se faz o refogado, sendo acompanhadas com carne ou de porco frita, usualmente toucinho, entrecosto ou ambos, e, por vezes, também figos ou uvas.
Em Espanha os acompanhamentos podem ser muito mais variados e misturados no recipiente do refogado. Torresmos, ovos, chouriços e pimentos fritos, sardinhas, pepino, etc. são ingredientes comuns. Há ainda migas doces, as quais podem incluir melão, uvas ou chocolate.
 Zita Ferreira Braga in Hardmúsica