terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Évora presta homenagem a José Afonso

Assinalando a passagem dos 30 anos sobre o desaparecimento de José Afonso, a Câmara Municipal de Évora presta homenagem pública ao homem que foi um dos maiores e mais marcantes cantautores de sempre em Portugal.
Excelente compositor, conseguiu conciliar a música popular portuguesa com a mensagem de intervenção social e política. Para além do extenso legado discográfico, José Afonso deixou-nos também alguns trabalhos escritos, mas sobretudo a memória de uma vida de luta constante contra a opressão e a injustiça social, que protagonizou integrando grupos e movimentos de ação cívica antes e depois da revolução de abril de 1974.
A Câmara Municipal, em colaboração com a AJA – Associação José Afonso, que por sua vez assinala o 30º aniversário da sua fundação, organizou um programa de iniciativas em vários locais da cidade, que pretendem homenagear a memória de José Afonso, dando também a conhecer a sua vida e obra musical.
Programa
Exposição discográfica interativa "Desta Canção Que Apeteço"
Terá inauguração a 03 de fevereiro, pelas 18h, no Palácio do Barrocal (INATEL) e ficará patente até 4 de Março.
Será exposta toda a obra discográfica de José Afonso. Pretende-se que esta seja uma exposição de carácter interativo, onde para além da apresentação das capas dos discos, os visitantes possam ouvir as músicas e assistir a um vídeo realizado por Tiago Pereira, com o testemunho de instrumentistas que participaram nos discos, relatando essa colaboração. Da exposição fazem ainda parte livros sobre a obra de José Afonso e outros temas relacionados, assim como partituras, fotografias, instrumentos musicais e outros objetos do "universo" de José Afonso, como gira-discos, gravador e o prémio "disco de ouro". Trata-se, portanto, de uma exposição que reúne materiais únicos e diversificados, destinada a públicos de todas as idades, que dá uma perspetiva completa da obra de José Afonso e da sua riqueza do ponto de vista musical, poético, histórico e cultural.
Tertúlias "Insisto Não Ser Tristeza"
No dia 09 de fevereiro, no Hall do Teatro Garcia de Rezende, pelas 21h30, tertúlia subordinada ao tema "Segredos na Música de José Afonso", com Francisco Fanhais e Amílcar Vasques Dias (piano).
No dia 23 de fevereiro, dia em que ocorreu o falecimento, a Sociedade Harmonia Eborense associa-se à homenagem organizando uma tertúlia. O serão será de conversa e música com os cantores A P Braga e Benjamim, em torno do tema "Zeca Afonso e o canto de intervenção. Ontem e hoje". Estará patente uma pequena exposição fotográfica alusiva a José Afonso, da responsabilidade do fotógrafo eborense José Manuel Rodrigues. Terá início às 22h30.
No dia 24 de fevereiro, novamente no Hall do Teatro Garcia de Resende, pelas 21h30, tertúlia subordinada ao tema "o pensamento e os valores do Zeca Afonso: a utopia, a liberdade, a cidadania". Contará com a presença do Professor Silvério Rocha-Cunha
Espetáculo Musical
A homenagem a José Afonso encerrará a 04 de março com um espetáculo no Teatro Garcia de Resende, às 21h30, com Francisco Fanhais, Nuno do Ó, Grupo Coral da Escola André de Gouveia, Vozes do Imaginário, Rui Pato e Pedro Pinto.