quinta-feira, 30 de março de 2017

Beja na Rua regressa, Ney Matogrosso abre e Miguel Araújo encerra

De 16 de Junho a 15 de Julho, Beja volta à rua para mostrar a sua Alma Criativa.
Está de regresso o Beja na Rua, Festival de arte pública que celebra as artes na rua. Promovido pela Zarcos – Associação de Músicos de Beja, em parceria com associações e entidades do concelho, a iniciativa é uma aposta de Beja na afirmação das indústrias criativas, que fazem desta cidade uma montra para criadores locais e convidados, onde a cultura local se funde com o que de melhor se faz ao nível nacional e internacional.
Espectáculos musicais, animações de rua, intervenções de arte urbana, exposições, performances de dança e poesia, "workshops", serão uma constante durante as quatro semanas em que decorre o Festival e que reúne em Beja muitos artistas.
Miguel Araújo, um dos artistas mais completos da nova geração da música portuguesa, é o nome escolhido para o grande concerto de encerramento do Beja na Rua a 15 de Julho, depois de confirmada a abertura deste festival com Ney Matogrosso a 16 de Junho.
Cantor, músico e compositor, deu-se a conhecer n’Os Azeitonas, a banda portuense que aos poucos se foi afirmando como um dos mais interessantes fenómenos de culto do panorama nacional com temas como “Anda Comigo Ver os Aviões”ou “Quem és Tu Miúda”.
Há meses, juntamente com António Zambujo, atingiu o recorde de 28 concertos com lotação esgotada nos Coliseus de Lisboa e Porto, tendo esse mesmo espectáculo esgotado três vezes no Pax Julia – Teatro Municipal de Beja.
Miguel Araújo atingiu a marca de Disco de Ouro com “Cinco Dias e Meio” e “Crónicas da Cidade Grande”. Actualmente, Miguel Araújo encontra-se a trabalhar no sucessor de “Crónicas da Cidade Grande” que apresentará na Praça da República, em Beja, a 15 de julho.

Beja na Rua. é uma celebração: das artes na rua.