domingo, 25 de junho de 2017

Festival Medieval anima Elvas


Arruadas, torneios de armas a cavalo, workshops de ofícios e gastronomia típica da época. O centro histórico de Elvas vai recuar no tempo durante o XI Festival Medieval.
A viagem no tempo à Idade Média vai ser feita na companhia de trovadores, artesãos, mercadores e artifíces que, durante quatro dias, vão povoar o interior das muralhas cidade Património Mundial e preencher o imaginário da época.
Um dos atrativos principais são os torneios de arma a cavalo, na liça montada no Meio Baluarte do Príncipe, junto ao Castelo, com os cavaleiros a praticarem antigos treinamentos, lançando lanças e atacando o estafermo. Depois seguem-se os combates com lanças e espadas.
O torneio de dia 1 de julho será em homenagem a D. João I, mais conhecido como o Mestre de Avis, Rei de Portugal e dos Algarves de 1385 até 1433, com a participação da Brigada Territorial 3, da GNR de Évora.
A visita fica completa com a visita às tasquinhas, aos vendedores de artesanato e à mouraria. A Praça da República será o centro das atenções, preenchida pelas tradicionais tabernas medievais e pelo mercado, onde a gastronomia medieval e os artefactos medievais proporcionam a vivência de costumes da época. No total são 37 expositores, aos quais se juntam mais 16 expositores árabes e marroquinos, recriando o ambiente de souk na Rua da Cadeia.
O festival inicia todos os dias com arruadas e cortejos, nos quais participação mais de 100 figurantes, que serão os responsáveis pela recriação do ambiente mágico e misterioso da Idade Média. O programa integra ainda momentos de dança, música e teatro, destacando-se os espetáculos circences, de “bruxedos e esconjuros” e, no sábado à noite, o espetáculo de fogo Sommium, junto à Igreja da Sé.
A animação será permanente com bobos, trampolineiros, saltibancos, trapezistas, jogos e passeios de camelo.
A não perder a oportunidade de realizar workshops de ofícios e aprender a dominar algumas das técnicas artesanais que perduraram até hoje.